Monday, 26 April 2010

anjo caído
de olhos cor de mel
anjo exposto
seu fel
seu fel
seu fel
anjo.
que suas asas protegidas
sejam os céus
de quem não vê
o azul de um céu azul anil
anjo caído.
não perca o brilho
de um olhar puro e simples
como de uma criança
caída num berço
de mel
mel
mel.
anjo caído
me prometa os céus
lábios de perdição
anjo.
anjo.
anjo.
jamais me deixe cair novamente.
oh, anjo.


















crédito foto: luhcamargo.com.br

2 comments:

  1. Lindo poema minha linda!
    beijos
    Rodrigo Gallo

    ReplyDelete
  2. Que lindo poema , Dé!
    Dê muita vazão a esta arte que faz tanto bem à alma.
    Beijos

    ReplyDelete